Os Inimigos da Saúde Sexual Masculina

Posted by under Saude

Os maus hábitos seguidos por muitos homens hoje em dia (sedentarismo ou consumo de gorduras, álcool e tabaco) que os impedem de ter uma boa saúde sexual masculina, segundo advertem em Boston Medical Group (BMG). Assim, um em cada cinco pacientes com disfunção erétil tem hipertensão ou colesterol elevado e 11%, de diabetes, de acordo com os dados obtidos entre 16.000 pacientes de suas clínicas. Com motivo do Dia Mundial da Saúde Sexual, que se comemora a 4 de setembro, os especialistas do BMG lembram a importância de seguir um estilo de vida saudável, que permita reduzir o risco cardiovascular e, portanto, favorecer a ereção e garantir uma saúde sexual masculina plena.


Doenças como a hipercolesterolemia ou hipertensão chegam a entupir as artérias, por isso que não existe uma correta circulação sangüínea, o que afeta os vasos sanguíneos do pénis, responsáveis de obter ou manter uma ereção. Além disso, você também pode diminuir o apetite sexual e a ejaculação, já que o excesso de gordura impede de ter a energia suficiente para obtê-lo. Por sua parte, os homens com diabetes têm suas artérias danificadas devido aos altos níveis de açúcar, o que dificulta também ter relações sexuais de qualidade.


Um estudo publicado este mês na Current Opinion in Urology relaciona os casos de disfunção erétil com a obesidade, o mau controle glicêmico, a dislipidemia e a hipertensão. Além disso, um anterior trabalho português publicado em Actas Urológicas Espanholas resolve que os níveis de testosterona são mais baixos em pacientes com obesidade, diabetes ou hipercolesterolemia.


Entre as dicas que podem ser seguidas para evitar problemas no sexo, incluem-se também eliminar o tabaco, não abusar do álcool, evitar o consumo de drogas, seguir uma dieta equilibrada, rica em frutas e vegetais, que ajuda a evitar o excesso de peso, praticar exercício físico de forma regular e tentar manter uma vida sexual ativa, uma vez que manter relações sexuais de forma frequente reduz as possibilidades de sofrer de disfunção erétil. Também será conveniente para fugir do estresse, uma vez que a tensão e a ansiedade com que se vive na atualidade interferem na função sexual masculina.


Do Boston Medical Group lembram que é preciso estar atento às dificuldades que possam surgir em torno das relações sexuais e consultar qualquer dúvida com um especialista em saúde sexual masculina diante de qualquer sinal ou suspeita de que pudesse haver algum problema. Isto é importante uma vez que os problemas de erecção podem ser o primeiro sintoma de uma doença de tipo cardiovascular ou metabólica que ainda não está diagnosticada e é preciso tentar. Por exemplo, no caso da diabetes costuma ser o primeiro sinal em aparecer.